Fertilize nas redes sociais:
Dúvidas? ligue: (31) 3109-4109 | (31) 99115-6484 | (31) 9956-56484

Modelo Pioneiro - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões

Detalhes do Produto

Modelo Pioneiro - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões
Modelo Pioneiro - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões

Nova versão funciona em 3 voltagens. ALERTA CASO A TEMPERATURA ULTRAPASSE 37°C. Testado pela EMBRAPA.

Quantidade
R$999,00 R$899,00
Adicionar ao Carrinho
Tags: Modelo, Pioneiro, -, Descongelador, Eletrônico, de, Sêmen, e, Embriões,
Demonstração de uso
Vantagens

O Fertilize promove maior número de crias nascidas por ano, evitando perdas no processo da inseminação, elevando a taxa de prenhez reduzindo intervalos de parto. Em gado de corte evita o descarte de vacas que entram em cio no final da estação de monta. Com maior acerto nas inseminações, há mais vacas boas que terminam a estação cheias e maior número de bons bezerros nascendo, promovendo, assim, mais partos, mais crias, mais lactações iniciadas e mais leite por ano.

Muitos estudos comprovam que nenhum outro método se mostra tão eficiente para o trabalho de campo quanto o descongelamento feito em água à temperatura entre 35 e 37°C. Quando o sêmen é descongelado em temperaturas inferiores a esta (no bolso, na mão, água a temperatura ambiente, “na vaca”, etc.) o tempo de descongelamento é maior permitindo nova organização de cristais de gelo, o que provoca danos em várias partes dos espermatozoides. Entre os danos destaca-se quebra da cauda, rompimento das membranas plasmática (parede celular) e mitocondriais, e do acrossoma (responsável pela penetração no óvulo). Na temperatura entre 35 e 37°C por 30 segundos a velocidade de descongelamento é rápida o bastante para evitar a reorganização destes cristais, o que promove a sobrevivência de um maior número de espermatozoides viáveis, proporcionando assim maior poder fecundante da dose descongelada conforme mostra o gráfico abaixo (o que está de acordo com os trabalhos de Wiggin, Almquist,1975; Senger, 1976; Mazur, 1984; Bamba e Cram 1988 a, b; Brown, 1990; 1991; DeJarnette, 2000 e O’Connor, 2000). Quando introduzimos o Fertilize na inseminação estamos substituindo a variável Homem por uma constante Máquina, estabelecendo um padrão de alta qualidade do descongelamento.

A fertilidade do sêmen varia entre touros e entre partidas do mesmo touro. Como se pode ver no gráfico ao lado a maioria dos touros teve sua taxa de fecundidade aumentada quando o sêmen foi descongelado no Fertilize, isso porque o descongelamento correto diminui danos aos espermatozóides e preserva maior poder fecundante do sêmen descongelado. Muitos estudos comprovam que nenhum outro método se mostra tão eficiente para o trabalho de campo quanto o descongelamento feito em água à temperatura entre 35 e 37°C. Quando o sêmen é descongelado em temperaturas inferiores a esta (no bolso, na mão, água a temperatura ambiente, “na vaca”, etc.) o tempo de descongelamento é maior permitindo nova organização de cristais de gelo, o que provoca danos em várias partes dos espermatozoides. Entre os danos destaca-se quebra da cauda, rompimento das membranas plasmáticas (parede celular) e mitocondriais, e do acrossoma (responsável pela penetração no óvulo). Na temperatura entre 35 e 37°C por 30 segundos a velocidade de descongelamento é rápida o bastante para evitar a reorganização destes cristais, o que promove a sobrevivência de um maior número de espermatozoides viáveis, proporcionando assim maior poder fecundante da dose descongelada conforme mostra o gráfico ao lado (o que está de acordo com os trabalhos de Wiggin, Almquist,1975; Senger, 1976; Mazur, 1984; Bamba e Cram 1988 a, b; Brown, 1990; 1991; DeJarnette, 2000 e O’Connor, 2000.: Sêmen Sexado Experimento comparando a fertilidade do sêmen convencional com o sêmen sexado publicado recentemente revelou que o sêmen sexado descongelado em temperatura estável de 35°C obteve taxa de prenhez semelhante à obtida com o sêmen convencional. Revelou também aumento de 25,8% na taxa de prenhez quando o descongelamento foi feito em temperatura estável a 35°C em comparação com o descongelamento "na vulva" comumente utilizado no Brasil. Considerando cada dose a R$ 64,00, pode-se verificar redução de R$ 211,00 no custo de cada prenhez, R$ 358,40 de um jeito e R$ 146,67 de outro, mostrando diferença de 144% no custo de cada prenhez em função do método de descongelamento.

O extrator de palhetas presente nos equipamentos da concorrência é um "tiro no pé" pois enquanto se retira uma palheta espõe todas as demais ao choque térmico pós descongelamento, o que prejudica o poder fecundante de todas elas de forma acumulativa.

É o investimento mais barato que uma propriedade pode fazer para mudar seus resultados reprodutivos, e seu impacto é significativo, 5% a mais de crias nascidas por IATF.

A recomendação da ASBIA - Associação Brasileira de Inseminação Artificial, é para que o sêmen seja descongelado entre 35 e 37°C. Preferimos 35,5°C para que ao colocar várias palhetas a temperatura não baixe de 35°C, e a incubação das palhetas proporcione permanência sem demasiado gasto de energia dos espermatozóides.

Comparado com a caixa de isopor e termômetro que exige o descongelamento de apenas uma palheta por vez, quando se descongela várias palhetas ao mesmo tempo todas elas ficam prontas para serem utilizadas e não precisa parar as inseminações para preparar cada dose. Num trabalho com 200 fêmeas são 200 minutos a menos de trabalho, com maior praticidade e acerto.

Durante esse tempo, o inseminador pode se dedicar a outro posto de trabalho, aumentando a agilidade e o rendimento do serviço.

Esse trabalho considerou 22.735 inseminações com descongelamento convencional, 63.915 inseminações com o Descongelador Eletrônico. Houve um Incremento de 11,4 % na eficiência de concepção da IATF. A diferença de 5,2% na taxa de concepção revelou-se estatísticamente significativa, p< 0,001

O descongelamento simultâneo de várias palhetas favorece a um menor manuseio do botijão ajudando a preservar a boa qualidade do estoque de sêmen.

Essa situação pode ocorrer quando o equipamento já é cheio com a água quente ou nas tardes quentes com a temperatura ambiente na sombra acima de 37°C.

Em IATF agiliza o serviço de forma muito prática e otimiza os protocolos promovendo maior Taxa de Prenhez conforme registrado em estudos (gráfico em Eficácia), aumento de 5,2% no sucesso do trabalho. Além de otimizar o uso dos protocolos gera uma cria a mais em cada 20 fêmeas inseminadas. Reduz cerca de 50% do tempo de execução do serviço, pois ao descongelar várias doses simultaneamente elimina-se o tempo gasto convencionalmente entre uma vaca e outra para o preparo da água, manuseio do botijão e espera de 20-30 segundos para descongelar cada dose de sêmen. O descongelador de sêmen diminui também a janela de tempo entre a última aplicação de hormônios e a Inseminação, o que favorece a obter maior número de prenhezes, em fim, aumentando o sucesso profissional e o lucro financeiro em cada lote sincronizado.

Pode elevar de forma estatiscamente significativa a taxa de prenhez com menor gasto de doses de sêmen, gerando aumento no índice de fertilidade do rebanho. Em gado de corte, por exemplo, já foi observada diferença de 81,0 % para 86,1%, um aumento de 5,1% na taxa de prenhez, p< 0,05 em 1253 inseminações a partir de observação natural de cios. Fonte: Dissertação publicada nesse site na aba Artigos. Por IATF foi verificada elevação de 45,7 % para 50,9% em 86.650 informações, aumento de 5,2 % p< 0,001. Fonte: Grupo Gerar - Pfizer. A EMBRAPA-CNPGL em experimento com gado de leite revelou elevação de 44,4% para 57,6 na taxa de concepção, aumento de 12,6%, p< 0,05 e incremento de 28,3% na eficiência da Inseminação. Pode-se concluir que com o uso do Descongelador Eletrônico se consegue mais vacas gestantes a cada ciclo de 21 dias, com menor gasto de doses de sêmen. Note que mesmo em situação favorável, onde a taxa de prenhez já é elevada, o Fertilize cumpre sua função elevando ainda mais os resultados que já eram bons. Apenas com o descongelador eletrônico a fazenda conhece os resultados que merece, todo o esforço dos Proprietários, Gerentes, Veterinários, Zootecnistas e de toda a equipe, podem ser melhor apreciados quando automatizado o processo de descongelamento do sêmen.

Cada inseminação perdida representa no mínimo 21 dias de atraso na concepção e, consequentemente, da próxima lactação. Quanto menor a persistência de lactação da vaca, maior o impacto desse aumento do período seco. Em gado de corte, quando a vaca repete o cio ela geralmente retorna em melhor condição corporal por estar diminuindo sua demanda de nutrientes para produção diária de leite, mas em gado de leite ocorre o inverso: quando a vaca perde a inseminação, na maioria dos casos volta mais magra, o que pode acarretar uma pior qualidade do próximo cio. Seguindo a tendência de emagrecerem enquanto avança a lactação e não ficando gestantes no 1° ou 2° cio no período de serviço, essas vacas entram em anestro nutricional por 4 ou 5 meses, o que leva a um longo período seco, gerando um grande prejuízo. Essa é a diferença entre emprenhar ou não essa vaca nos primeiros cios pós-parto. Aumentando a eficiência das inseminações pós-parto, conseguimos que as vacas fiquem secas por menor tempo antes do próximo parto e produzam mais leite/ano. A relação desejável e possível de vacas secas/ vacas em lactação é a seguinte: em um rebanho de 100 vacas, 17 secas e 83 em lactação. O descongelador ajuda a transformar uma inseminação em uma prenhez.

Características:

  • Preparo e manutenção da água de descongelamento em 35,5°C por controle eletrônico. Não permite que o inseminador altere a regulagem da temperatura, o que significa um risco a menos para o sistema.
  • Indicação eletrônica da temperatura correta, demonstrada por luz verde.
  • Dispositivo que marca os 30 segundos necessários ao correto descongelamento, através de luz verde intermitente.
  • Abaixo de 35,5°C sinaliza aquecimento com a luz vermelha.
  • Divisória para a separação do sêmen de até quatro touros.
  • Circuito eletrônico situado no compartimento inferior do recipiente.
  • Equipamento bivolt automático 110/220 V e também 12v, acompanha cabo para conexão em bateria.
  • Tampa vedante.
  • Garantia de um ano contra defeitos de Fabricação.
  • Vida útil mínima estimada de 5 anos.
  • Frequência de Funcionamento: 60 Hertz.
  • Tempo de aquecimento: 1°C por minuto.




Diferenciais Competitivos:
 

  • Pioneiro, número 1 do Brasil, desde 1998 no mercado.
  • Testado pela Embrapa.
  • Pioneiro, número 1 do Brasil, maduro com 17 anos de mercado.
  • Alerta de temperatura acima de 37°C.
  • Calibrado para temperatura mínima de 35,5°C, não permite que o inseminador altere a regulagem da temperatura, um risco a menos para o sistema.
  • Divisória para separação do sêmen de até quatro touros.
  • Ausência de extrator de palhetas, permite a retirada de uma dose descongelada sem riscos de expor as demais à temperatura ambiente.
  • Volume de água de 500ml, compatível com o descongelamento simultâneo de até 10 palhetas finas ou cinco médias (½ rack), favorecendo a um menor manuseio do botijão e melhor conservação do estoque de sêmen.
  • Sinalizações por luzes, verde (siga), vermelha (espere) ou piscando (atenção), fácil de ser compreendido pelo inseminador.
  • Anéis de borracha nas extremidades que protegem contra choque mecânico em caso de quedas.
  • Recipiente de descongelamento vertical com distribuição do calor na água de forma também vertical. A resistência situada no assoalho do recipiente dispersa o calor de baixo para cima, proporcionando maior uniformidade de temperatura dentro do recipiente, diferente de outras marcas que utilizam a resistência circular externa, com difusão lateral do calor e maior diferença entre diferentes pontos do meio líquido.
  • Eficácia comprovada também em estação de monta conforme dados do Grupo Gerar-Pfizer, incremento de 11,4% na taxa de concepção da IATF em 63.915 inseminações.
  • Timer de 30 segundos com luz verde intermitente.
  • Testado pela EMBRAPA .
  • Aprovado nas pesquisas e no campo.
  • Instruções de uso de fácil entendimento


Dispositivos de Segurança:

  • Defesa para que não estrague se ligado sem água. A luz vermelha intermitente avisa a falta da mesma, sem danos ao equipamento.
  • Aneis de borracha nas extremidades, amortecem o choque mecânico em caso de quedas.
  • Alerta de temperatura máxima- Dispositivo que informa por luz vermelha alternando com verde, caso a temperatura da água esteja acima de 37°C. Essa situação ocorre quando o aparelho é cheio com água já quente ou por temperatura ambiente elevada, IATF em tardes quentes.
Dr. José Luiz Moraes Vasconcelos - FMVZ - UNESP FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA – BOTUCATU DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO E EXPLORAÇÃO ANIMAL

"Caro Dr. Ricardo Ruas, De acordo com sua solicitação sobre nossa experiência com o Descongelador Fertilize, o temos utilizado em vários projetos com inseminação em tempo fixo desde 2001. Nossa opção pela utilização se deve à manutenção de temperatura durante o período de inseminação, redução do manuseio do botijão pelo descongelamento de maior número de palhetas simultaneamente, redução de tempo de trabalho/mão de obra no preparo da água de descongelamento e padronização entre inseminadores. Não foi feita nenhuma comparação com outros métodos de descongelamento pois já existem dados disponíveis e estamos satisfeitos com a funcionalidade do sistema." Pesquisador, DPEA – FMVZ – UNESP – BOTUCATU- SP FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO E EXPLORAÇÃO ANIMAL

Dr. Leonardo de Oliveira Fernandes - Pesquisador da EPAMIG DPEA – FMVZ – UNESP – BOTUCATU

"Prezado Sr, Conforme sua solicitação, venho através desta relatar os resultados obtidos com o descongelador Fertilize na Fazenda Experimental Getulio Vargas (FEGT), Unidade de Pesquisa da EPAMIG em Uberaba – MG. A FEGT vem utilizando a técnica de inseminação artificial desde 1968 em seu rebanho Gir, o qual hoje é referência da raça para a característica produção de leite. Temos utilizado para realizar o descongelamento do sêmen o descongelador Fertilize, principalmente devido a sua praticidade e eficiência. Não comparamos sua eficiência com outros produtos, mais foi possível verificar sua qualidade, pois temos obtido taxa de fertilidade de 77% com o rebanho Gir durante o período de utilização do descongelador Fertilize." EPAMIG - Uberaba – MG

Dra Beatriz Cordenonsi Lopes - Médica Veterinária e Pesquisadora da EPAMIG - Fazenda Experimental Getúlio Vargas

"A utilização do descongelador Fertilize é uma rotina na EPAMIG, desde que passamos a utilizar o equipamento o processo de inseminação artificial (IA) ficou mais eficiente diante da manutenção da temperatura de descongelamento do sêmen que o aparelho proporciona. Consideramos que o Fertilize proporcionou mais conforto e praticidade aos inseminadores da fazenda que não perdem mais tempo tentando equilibrar a temperatura da água, fato que tem possibilitado a padronização dos procedimentos de IA no rebanho Gir leiteiro da Fazenda Experimental Getúlio Vargas e a redução do número de doses/prenhez nas fêmeas". EPAMIG - Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais

Dr. Maurício Silveira Coelho - Médico Veterinário e Produtor - Fazenda Santa Luzia

“Acredito no desempenho do equipamento e já uso há mais de 10 anos. O equipamento é bastante eficiente e de funcionamento muito simples, significando garantia de manejo correto do descongelamento do sêmen. Considero o Fertilize como uma ferramenta que agrega resultado à tecnologia da inseminação, e não que ele seja determinante. Com o uso do descongelador ganhamos tempo no processo da inseminação, principalmente nos protocolos de IATF, onde temos um grande número de animais sendo inseminados num tempo curto. Sem dúvida facilita o manejo e dá garantia que o trabalho de descongelamento está sendo feito adequadamente. Considero o descongelador de sêmen Fertilize uma tecnologia muito importante e de custo benefício bastante favorável.” Fazenda Santa Luzia. Passos – MG

Dr. Leônidas Ottoni Porto - Médico Veterinário - Produtor - Instrutor do SENAR

"A compra foi fácil e o recebimento de imediato. O equipamento é de fácil utilização, proporciona a estabilidade da temperatura, redução do manuseio do botijão pelo descongelamento de maior número de palhetas simultaneamente, redução do tempo de execução do serviço. É indispensável nos programas de IATF, pela sua praticidade, agilidade, redução do tempo de execução do serviço. Não traz prejuízos ao sêmen e proporcionou aumento nas taxas de prenhez. O fato de dispensar o uso de termômetro e relógio e proporcionar o descongelamento de um nº grande de palhetas simultaneamente reduz em muito o tempo da inseminação. Os resultados preliminares indicaram aumento na taxa de prenhez, mas estamos iniciando uma nova Estação de Monta, para precisarmos com mais acurácia os índices obtidos com o uso do descongelador. É muito fácil a interpretação pelos inseminadores, pois não se faz necessário a leitura de números, mas apenas a imagem das cores". Muito Obrigado! Médico Veterinário – Produtor - Instrutor do SENAR Teófilo Otoni – MG

Vittor Paulo Miranda, Fazenda Heringer - Gerente Fazenda Heringer

“O Aparelho tem nos auxiliado de forma bastante notável no que diz respeito a tempo e agilidade em nossos trabalhos de inseminação. Tendo em vista que permite o descongelamento de várias palhetas de sêmen simultaneamente, resulta em menor tempo de espera e, conseqüentemente, maior quantidade de animais inseminados.” Fazenda Heringer Viana - ES, E-mail: simeia.brum@heringer.com.br FACEBOOK NELORE HERINGER

Prof. Dr. Pietro Sampaio Baruselli - Médico Veterinário - Departamento de Reprodução Animal FMVZ/USP

“O equipamento tem auxiliado na redução do manuseio do botijão pela possibilidade de descongelamento de maior número de palhetas simultaneamente, na redução de tempo no preparo da água de descongelamento e padronização da técnica de descongelamento nos diversos experimentos realizados pela nossa equipe.” Pesquisador Departamento de Reprodução Animal FMVZ/USP - São Paulo - SP

Fabio Eustáquio Silveira - Administrador- Viação Santa Paula Ltda

“A compra do equipamento através do site foi extremamente fácil e o recebimento, imediato ao pedido. Estamos muito satisfeitos com o Descongelador Fertilize, o seu uso trouxe maior praticidade e agilidade no trabalho e, com isso, tivemos redução do tempo de execução do serviço e aumento expressivo da taxa de prenhez.” Adm - Viação Santa Paula Ltda Fabio – MG

Dra Ricarda Maria dos Santos - Professora - Universidade Federal de Uberlândia

“Temos usado rotineiramente o Fertilize nas duas Fazendas da Universidade Federal de Uberlândia, desde 2006, e em experimentos desde 2001. O equipamento de descongelamento automático é imprescindível na realização de grandes programas de IATF, pois com ele é possível a redução do manuseio do botijão pela possibilidade da retirada de maior número de doses de sêmen por vez, há manutenção de temperatura da água durante todo o período das inseminações e um maior aproveitamento do tempo dos inseminadores.” Faculdade de Medicina Veterinária Universidade Federal de Uberlândia Campus Umuarama

Antônio Cupertino Craveiro - Fazenda N. S. Aparecida

“O equipamento é simplesmente sensacional, utilizo-o desde 1999.” Antônio Cupertino Craveiro

Dra Lidiani Cristina Zeni - Médica Veterinária e Maicon Gasperi - Médicos Veterinários Fazendas Zeni

“A compra do equipamento através do site foi extremamente fácil e o recebimento, imediato ao pedido. Estamos muito satisfeitos com o Descongelador Fertilize, o seu uso trouxe maior praticidade e agilidade no trabalho e, com isso, tivemos redução do tempo de execução do serviço e aumento expressivo da taxa de prenhez.” Fazenda Proli I- Juína MT

Felipe Brasileiro Filho - Inseminador

Onde você acha que o FERTILIZE contribui e o que você acha da utilização da tecnologia? R:É uma tecnologia muito boa,que ajuda muito no campo pela facilidade.É um excelente produto, pra quem trabalha no campo é indispensável.Ele ajuda muito em vários aspectos,pela agilidade,pela extrema segurança.Não tivemos nenhum problema com a qualidade dos sêmens.É um produto que eu acho que todo técnico deveria usar. A quanto tempo você utiliza o Descongelador FERTILIZE? R:Já tem algum tempo,uns 2 a 3 anos.Faço prestação de serviços na área de Inseminação em gado de corte na região do Maranhão e Piauí,fazendo na média de 40.000 IATF por ano,sempre utilizando o Descongelador Eletrônico FERTILIZE.

José Henrique Bruschi - Médico veterinário, Pesquisador da Embrapa Gado de Leite

“Ilustríssimo Senhor Doutor Ricardo Ruas - Diretor da Fertilize Temos o prazer de comunicar os resultados dos testes do equipamento descongelador eletrônico de sêmen Fertilize. Para avaliar o equipamento foi feito um ensaio com delineamento inteiramente casualizado comparando, em duas estações de monta e diversos inseminadores, a taxa de gestação obtida por sêmen descongelado no equipamento com o mesmo índice do sêmen descongelado durante a manipulação do aplicador. Foram utilizadas 248 inseminações, 124 para cada tratamento e a taxa de gestação foi obtida por toque ginecológico realizado 60 dias após a inseminação. Enquanto o sêmen descongelado no equipamento proporcionou taxa de prenhez de 57,0%, o sêmen descongelado durante a manipulação do aplicador proporcionou 44,4% de gestações.Os resultados estão de acordo com a literatura e com nosso conhecimento. Indicam que a imersão da palheta de sêmen em água à 35°C é a forma mais eficiente para descongelar o sêmen e que o equipamento mantém a água à temperatura indicada”. Embrapa - CNPGL - Coronel Pacheco- MG

Dr. Armando Leal do Norte - Médico Veterinário - Produtor - Pesquisador

“O Descongelador Eletrônico de sêmen Fertilize é um avanço tecnológico indispensável para obtenção dos melhores resultados na Inseminação Artificial. Os primeiros testes comparativos foram feitos nas fazendas Itatiaia e Lagoa Grande em 1998 e indicaram melhores taxas de concepção obtidas com o Fertilize em relação aos tradicionais métodos de descongelamento na água ambiente e “na vaca”. Esse resultado foi confirmado em 2002 em experimento envolvendo também a fazenda Kaylua e está disponível em www.rednorte.com.br . O fato de se obter taxas de concepção mais elevadas com o uso desse equipamento mostra que todo o esforço e acerto feito em manejo, nutrição e sanidade, ficam mascarados sem o uso do mesmo, e revela que sem ele a fazenda não conhece os resultados que está merecendo. A fazenda Lagoa Grande recomenda e utiliza o descongelador Fertilize desde 1998”. Fazenda Lagoa Grande, Medeiros Neto – BA

Julia de Moura Lima - Médica Veterinária formada na UFMG com Mestrado UFF

"Nós utilizamos o Descongelador Fertilize para fazer descongelamento de sêmen de ovinos, logo antes da inseminação artificial nas ovelhas por Laparoscopia, e o Fertilize foi muito bom. Não houve problema algum no momento do descongelamento, conseguimos obter a temperatura correta, o aparelho funcionou muito bem durante todo o experimento. Fiz o uso dele em 2 etapas e gostei bastante, fiquei super satisfeita! Os índices de recuperação de embriões foram bons. Provavelmente houve outros fatores que contribuíram para que os resultados não tenham sido excelentes, mas mesmo assim foram bons." Formada na UFMG e Mestrado UFF - Rio de Janeiro - RJ

Equipe Fazenda Amália - Administrador - Fazenda Amália

A Fazenda Amália está satisfeita com o Descongelador Fertilize pela facilidade no manejo, tivemos mudança da IA e IATF por reduzir o tempo de trabalho e de execução do serviço com maior praticidade. Praticidade e qualidade de trabalho não se compara usando o Fertilize , esta é uma opinião de toda a Equipe da Fazenda Amalia .

Wagner Carlos Oliveira - Médico Veterinário

Onde você atuou utilizando o FERTILIZE? R: Trabalhei em Barreiras no oeste da Bahia,onde fazíamos de 8.000 a 10.000 IATF todos utilizando o FERTILIZE e obtendo ótimos resultados sem qualquer problema ou defeito do mesmo. Na sua opinião quais os pontos justificam o uso do Descongelador FERTILIZE? R: Praticidade né,descongelar de um em um é bem mais complicado,envolve mais pessoas trabalhando,tem de ficar medindo a temperatura da água e vendo se esta no nível correto,e a IATF não admite isso. Na sua opinião ele ajuda também na qualidade da taxa de prenhez? R: Ele continuando respeitando a curva de descongelamento com certeza você consegue melhorar os resultados,é uma variável a menos pra você preucupar.

Escrever opinião




Nota: HTML não é traduzido!


Ruim            Bom




Modelo Pioneiro - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões
R$ 999.00 New Available online
Cadastre-se e receba informações sobre a Evolução na Pecuária.