Fertilize nas redes sociais:
Dúvidas? ligue: (31) 3109-4109 | (31) 99115-6484 | (31) 9956-56484

Modelo Prático - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões

Detalhes do Produto

Modelo Prático - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões
Modelo Prático - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões

Display, bip sonoro e maior estabilidade sobre bancada de trabalho. Condições especiais para Veterinários e Zootecnistas. Funciona em 3 voltagens, 110/200v por fonte bivolt automático ou em bateria de 12v.

Quantidade
R$1.199,00
Adicionar ao Carrinho
Tags: Modelo, Prático, -, Descongelador, Eletrônico, de, Sêmen, e, Embriões,
Demonstração de uso
Vantagens

É o investimento mais barato que uma propriedade pode fazer para mudar seus resultados reprodutivos, e seu impacto é significativo, 5% a mais de crias nascidas por IATF ou por IA.

Reduz cerca de 50% do tempo de execução do serviço.

Alerta de temperatura elevada o torna mais apropriado para regiões de clima quente. Chama a atenção do usuário através de luz vermelha alternada com verde simultaneamente com Bip sonoro e informação da temperatura em display digital, caso a temperatura da água esteja acima de 37°C. Ocorre quando o aparelho é cheio com água quente, ou nas tardes quentes durante a IATF quando a temperatura ambiente na sombra ultrapassa os 37°C.

O extrator de palhetas presente nos equipamentos da concorrência é um "tiro no pé" pois enquanto se retira uma palheta espõe todas as demais ao choque térmico pós descongelamento, o que prejudica o poder fecundante de todas elas de forma acumulativa.

Durante esse tempo, o inseminador pode se dedicar a outro posto de trabalho, aumentando a agilidade e o rendimento do serviço.

O descongelamento simultâneo de várias palhetas favorece a um menor manuseio do botijão ajudando a preservar a boa qualidade do estoque de sêmen, além de agilizar o serviço, tornando mais prático e rápida a IATF.

A recomendação da ASBIA - Associação Brasileira de Inseminação Artificial, é para que o sêmen seja descongelado entre 35 e 37°C. Preferimos 35,5°C para que ao colocar várias palhetas a temperatura não baixe de 35°C, e a incubação das palhetas proporcione permanência sem demasiado gasto de energia dos espermatozoides.

Comparado com a caixa de isopor e termômetro que exige o descongelamento de apenas uma palheta por vez, quando se descongela várias palhetas ao mesmo tempo todas elas ficam prontas para serem utilizadas e não precisa parar as inseminações para preparar cada dose. Num trabalho com 200 fêmeas são 200 minutos a menos de trabalho, com maior praticidade e acerto.

Cada inseminação perdida representa no mínimo 21 dias de atraso na concepção e, consequentemente, da próxima lactação. Quanto menor a persistência de lactação da vaca, maior o impacto desse aumento do período seco. Em gado de corte, quando a vaca repete o cio ela geralmente retorna em melhor condição corporal por estar diminuindo sua demanda de nutrientes para produção diária de leite, mas em gado de leite ocorre o inverso: quando a vaca perde a inseminação, na maioria dos casos volta mais magra, o que pode acarretar uma pior qualidade do próximo cio. Seguindo a tendência de emagrecerem enquanto avança a lactação e não ficando gestantes no 1° ou 2° cio no período de serviço, essas vacas entram em anestro nutricional por 4 ou 5 meses, o que leva a um longo período seco, gerando um grande prejuízo. Essa é a diferença entre emprenhar ou não essa vaca nos primeiros cios pós-parto. Aumentando a eficiência das inseminações pós-parto, conseguimos que as vacas fiquem secas por menor tempo antes do próximo parto e produzam mais leite/ano. A relação desejável e possível de vacas secas/ vacas em lactação é a seguinte: em um rebanho de 100 vacas, 17 secas e 83 em lactação. O descongelador ajuda a transformar uma inseminação em uma prenhez.

Pode elevar de forma estatiscamente significativa a taxa de prenhez com menor gasto de doses de sêmen, gerando aumento no índice de fertilidade do rebanho. Em gado de corte, por exemplo, já foi observada diferença de 81,0 % para 86,1%, um aumento de 5,1% na taxa de prenhez, p< 0,05 em 1253 inseminações a partir de observação natural de cios. Fonte: Dissertação publicada nesse site na aba Artigos. Por IATF foi verificada elevação de 45,7 % para 50,9% em 86.650 informações, aumento de 5,2 % p< 0,001. Fonte: Grupo Gerar - Pfizer. A EMBRAPA-CNPGL em experimento com gado de leite revelou elevação de 44,4% para 57,6 na taxa de concepção,aumento de 12,6%, p< 0,05 e incremento de 28,3% na eficiência da Inseminação. Pode-se concluir que com o uso do Descongelador Eletrônico se consegue mais vacas gestantes a cada ciclo de 21 dias, com menor gasto de doses de sêmen. Note que mesmo em situação favorável, onde a taxa de prenhez já é elevada, o Fertilize cumpre sua função elevando ainda mais os resultados que já eram bons. Apenas com o descongelador eletrônico a fazenda conhece os resultados que merece, todo o esforço dos Proprietários, Gerentes, Veterinários, Zootecnistas e de toda a equipe, podem ser melhor apreciados quando automatizado o processo de descongelamento do sêmen.

O Fertilize promove maior número de crias nascidas por ano, evitando perdas no processo da inseminação, elevando a taxa de prenhez reduzindo intervalos de parto. Em gado de corte evita o descarte de vacas que entram em cio no final da estação de monta. Com maior acerto nas inseminações, há mais vacas boas que terminam a estação cheias e maior número de bons bezerros nascendo, promovendo, assim, mais partos, mais crias, mais lactações iniciadas e mais leite por ano.

A fertilidade do sêmen varia entre touros e entre partidas do mesmo touro. Como se pode ver no gráfico ao lado a maioria dos touros teve sua taxa de fecundidade aumentada quando o sêmen foi descongelado no Fertilize, isso porque o descongelamento correto diminui danos aos espermatozóides e preserva maior poder fecundante do sêmen descongelado. Muitos estudos comprovam que nenhum outro método se mostra tão eficiente para o trabalho de campo quanto o descongelamento feito em água à temperatura entre 35 e 37°C. Quando o sêmen é descongelado em temperaturas inferiores a esta (no bolso, na mão, água a temperatura ambiente, “na vaca”, etc.) o tempo de descongelamento é maior permitindo nova organização de cristais de gelo, o que provoca danos em várias partes dos espermatozoides. Entre os danos destaca-se quebra da cauda, rompimento das membranas plasmáticas (parede celular) e mitocondriais, e do acrossoma (responsável pela penetração no óvulo). Na temperatura entre 35 e 37°C por 30 segundos a velocidade de descongelamento é rápida o bastante para evitar a reorganização destes cristais, o que promove a sobrevivência de um maior número de espermatozoides viáveis, proporcionando assim maior poder fecundante da dose descongelada conforme mostra o gráfico ao lado (o que está de acordo com os trabalhos de Wiggin, Almquist,1975; Senger, 1976; Mazur, 1984; Bamba e Cram 1988 a, b; Brown, 1990; 1991; DeJarnette, 2000 e O’Connor, 2000.: Sêmen Sexado Experimento comparando a fertilidade do sêmen convencional com o sêmen sexado publicado recentemente revelou que o sêmen sexado descongelado em temperatura estável de 35°C obteve taxa de prenhez semelhante à obtida com o sêmen convencional. Revelou também aumento de 25,8% na taxa de prenhez quando o descongelamento foi feito em temperatura estável a 35°C em comparação com o descongelamento "na vulva" comumente utilizado no Brasil. Considerando cada dose a R$ 64,00, pode-se verificar redução de R$ 211,00 no custo de cada prenhez, R$ 358,40 de um jeito e R$ 146,67 de outro, mostrando diferença de 144% no custo de cada prenhez em função do método de descongelamento. O Fertilize é indispensável também para o descongelamento do sêmen sexado. Leia mais em Notícias.

Muitos estudos comprovam que nenhum outro método se mostra tão eficiente para o trabalho de campo quanto o descongelamento feito em água à temperatura entre 35 e 37°C. Quando o sêmen é descongelado em temperaturas inferiores a esta (no bolso, na mão, água a temperatura ambiente, “na vaca”, etc.) o tempo de descongelamento é maior permitindo nova organização de cristais de gelo, o que provoca danos em várias partes dos espermatozoides. Entre os danos destaca-se quebra da cauda, rompimento das membranas plasmática (parede celular) e mitocondriais, e do acrossoma (responsável pela penetração no óvulo). Na temperatura entre 35 e 37°C por 30 segundos a velocidade de descongelamento é rápida o bastante para evitar a reorganização destes cristais, o que promove a sobrevivência de um maior número de espermatozoides viáveis, proporcionando assim maior poder fecundante da dose descongelada conforme mostra o gráfico abaixo (o que está de acordo com os trabalhos de Wiggin, Almquist,1975; Senger, 1976; Mazur, 1984; Bamba e Cram 1988 a, b; Brown, 1990; 1991; DeJarnette, 2000 e O’Connor, 2000). Quando introduzimos o Fertilize na inseminação estamos substituindo a variável Homem por uma constante Máquina, estabelecendo um padrão de alta qualidade do descongelamento.

Disponibilidade para entrega imediata!

Condições especiais para Veterinários e Zootecnistas

Funciona em 3 voltagens, 110/200v por fonte bivolt automático ou em bateria de 12v.

Interface Homem/Máquina em três comunicações, luzes, Bip sonoro e Display digital.

Temperatura informada por luzes e números no display digital.

Alerta de temperatura elevada, o torna mais apropriado para regiões de clima quente. O único descongelador no mundo com essa vantagem.

Recipiente de ½ litro de água, compatível com o descongelamento simultâneo de até dez palhetas finas ou cinco médias.

Tempo de descongelamento sinalizado por luz verde intermitente ao mesmo tempo que por contadores regressivos de 30 ou 22 segundos mostrados no display, com Bip sonoro ao final do descongelamento.

Temperatura fixa, não permite que o inseminador altere e erre a temperatura ideal de descongelamento e incubação das palhetas

Velocidade de aquecimento de 500 ml de água: +_ 1°C por minuto mesmo iniciando com água gelada em temperaturas ambientes de 4°C.

Separador de palhetas- divisória para separação do sêmen de até quatro touros.

Ausência de extrator de palhetas, permite a retirada de uma dose descongelada sem expor as demais à temperatura ambiente.

Recipiente de descongelamento vertical com distribuição do calor na água de forma também vertical. A resistência situada no assoalho do recipiente dispersa o calor de baixo para cima, proporcionando maior uniformidade de temperatura dentro do recipiente, diferente de outras marcas que utilizam a resistência circular externa, com difusão lateral do calor e maior diferença entre diferentes pontos do meio líquido.

Instruções de uso de fácil entendimento.

Instruções de Uso e Garantia - Fertilize Modelo Prático

Garantia:
Seu aparelho está garantido contra defeitos de fabricação pelo prazo de um ano a contar da data de compra estampada na nota fiscal. Para tal, siga as instruções abaixo:

Modo de Utilização:
Seu equipamento é fabricado para funcionar em três voltagens, 110 / 220 v. ou direto na bateria de 12v. Para conectar na tomada de energia utilize a fonte bivolt automático 110/220 v. ajustando nessa, a extremidade com três pinos do fio elétrico se for o caso e para conectar na bateria utilize o cabo próprio conectando o polo positivo (fio vermelho) ao polo positivo da bateria. Ambos os conectores fonte e cabos acompanham o produto.

1 – Encha o recipiente do descongelador Fertilize somente com água limpa com temperatura inferior a 30ºC. Deixe o nível de água cerca de um centímetro abaixo da borda.

2 – Para coloca-lo em funcionamento conecte primeiro o plug no descongelador para depois conectar na fonte de energia. Ao ligar o aparelho, uma luz vermelha indica que a água ainda não está em temperatura adequada à execução do trabalho, conforme também informado no display digital.

3 – Aguarde alguns minutos para o aquecimento da água. O display informa a temperatura ao mesmo tempo em que a luz vermelha desliga e acende a verde, indicando temperatura adequada. Um bip sonoro também é emitido ao término do preparo da água de descongelamento. Seu equipamento está calibrado para temperatura mínima de 35,5°C com picos de até 36°C.

4 – Quando preferir descongelar mais de 8 palhetas finas ou quatro médias por vez, aguarde a sinalização da maior temperatura no display digital. Embora a literatura informe que as palhetas podem ficar a 35,0 ºC por até 90 minutos, recomendamos por segurança que se programe para não ultrapassar 45 minutos, pois imprevistos podem atrasar o serviço.

5 – Coloque a(s) palheta(s) na água sempre próximo à lateral do recipiente e acione imediatamente o temporizador. Clicando uma vez, serão contados 30 segundos e, clicando duas vezes, 22 segundos, sinalizados com contador digital regressivo e bip sonoro no término do descongelamento. Obs: A colocação de palhetas no meio do recipiente pode inibir o conta dor regressivo devido ao rápido registro de baixa temperatura junto ao sensor.


6 – A luz vermelha piscando indica que está acionada a defesa para que o equipamento não aqueça e nem estrague se ligado sem água, verifique se há água no recipiente. Caso não haja, desligue o equipamento por 10 segundos, coloque água no recipiente e ligue o aparelho novamente. Se isso ocorrer com o aparelho ligado à bateria de 12V, certifique-se de que a bateria esteja carregada. Caso isso ocorra com o aparelho cheio de água significa que a água é de extrema pureza (sem ions positivo e negativo), em virtude disso, o equipamento interpreta que não tem água, nesse caso coloque uma pitada de sal na água.


7 – Desligue por 10 segundos o seu Fertilize sempre que houver interrupção e retorno imediato de energia.

8 – Esvazie totalmente o descongelador após o uso.

Observações:

• Mantenha os dois pinos metálicos situados no fundo do equipamento sempre limpos, são eles que identificam a presença de íons na água.

• Alerta de temperatura elevada. Sempre que a temperatura da água de descongelamento estiver acima de 37ºC, serão emitidos os seguintes sinais: luz vermelha alternada com a verde, emissão de bip sonoro intermitente e informação da alta temperatura no display. Caso isso ocorra, desligue o descongelador da tomada, despeje parte da água quente e complete com água fria. Essa situação ocorre quando o equipamento é cheio com água já quente ou durante a IATF realizada em temperaturas ambientes acima de 37° na sombra.
• Nunca ligue seu Fertilize em bateria de 24V. quando ligado em 12v. nunca encoste o polo positivo no negativo.
• Considere seu descongelador de sêmen Fertilize um equipamento frágil, como o botijão de sêmen.
• Quando necessário retirar a tomada da fonte de energia, aguarde 10 segundos antes de reconectá-la.
• O contato da palheta de sêmen com a resistência não prejudica o descongelamento.
• Monitore seu equipamento com o termômetro durante o uso.
• Diferenças de 3ºC são frequentemente observadas e devem-se ao erro de termômetros. Para conferir seu termômetro, coloque-o em baixo do braço de uma pessoa descansada e com saúde. Estando certo, ele deve ler entre 36º e 37ºC após 3 minutos.

Manutenção e limpeza do aparelho: Sempre que necessário “encha o Fertilize com água limpa e acrescente 15 ml ou uma colher das de sopa de água sanitária, aguardar por 5 minutos e desprezar. Utilize delicadamente um pincel ou pano para remover as impurezas nas laterais, no assoalho, fio da resistência e pinos metálicos. Esse procedimento é importante por conservar as funções do equipamento e manter o recipiente de água higienizado.

Dados Técnicos:
Tensão de trabalho: automático 100 a 240 voltz ou 12V para conexão em bateria. Potência consumida durante o aquecimento: 40 W.
Potência de manutenção: aproximadamente 2,2 W. 3,2 Amp.
Temperatura de trabalho logo após a luz mudar de vermelho para verde: 35,5 a 36ºC.
Frequência: 50-60 Hertz.

Atenção: Sua garantia estará suspensa caso constatada a violação do circuito eletrônico e/ ou danos similares característicos de má utilização.
Despesas de envio para verificação de funcionamento ou reparos correrão por conta do cliente, mesmo no período de vigência da garantia.

(31) 99115 6484
Rua Pernambuco 673 /303, Célvia.
Vespasiano- MG cep: 33200-000

Luiz Deragon - Médico Veterinário, responsável pela coleta e congelação de sêmen da central Altagenetics

Estou satisfeito com o Descongelador Fertilize modelo Prático pela constância da temperatura, visor (luz colorida e digital). Ele tem um bom volume de agua, podendo descongelar um numero bom de doses sem alteração da temperatura. Seu uso facilitou o trabalho. Em relação à maior praticidade, segurança ou facilidade de trabalho alguns descongeladores do mercado deixam a desejar e existem outros bons. É sem duvida importante usar um descongelador eletrônico para garantir o correto descongelamento do sêmen e almejar os melhores resultados na IA e IATF porque além de descongelar corretamente, mantem o sêmen descongelado a temperatura constante ate ser usado.

Jorge Pagolo - Fazenda Girolando Primor - Jales/SP

Foi fácil a compra e o recebimento do equipamento através do site e estou muito satisfeito com o Descongelador Fertilize modelo Prático porque ele atendeu as expectativas. Seu uso facilitou a IA / IATF da fazenda / trabalho pois facilitou a descongelamento de sêmen com eficiência e praticidade. Reduziu o tempo de execução do serviço durante a IATF por manter a temperatura adequada sem manuseio por muito tempo. Provavelmente haverá aumento da taxa de prenhez Maior praticidade, segurança e facilidade de trabalho em relação a outros modelos de descongelador, tem reservatório de água melhor que a concorrência. É imprescindível na utilização de sêmen sexado, se pagando em pouco tempo.

Escrever opinião




Nota: HTML não é traduzido!


Ruim            Bom




Modelo Prático - Descongelador Eletrônico de Sêmen e Embriões
R$ 1.199.00 New Available online